Prêmio Averroes - Pioneiro e Compartilhador

Concebido em 2008 pela OBORÉ a pedido do Hospital Premier, o Prêmio Averroes busca valorizar e reconhecer a trajetória de pioneirismo e espírito compartilhador de estudiosos e personalidades atuantes nas mais diversas áreas do conhecimento. Coube ao historiador ítalo-brasileiro José Luiz Del Roio conceituar a honraria e ao artista plástico Jaime Prades criar a peça que materializa o prêmio: uma placa de aço carbono oxidado trabalhada em cortes de grafismos vazados inspirados nos padrões florais em relevo das paredes da mesquita de Córdoba. Considerado um dos pais da Medicina, Averroes (1126-1198) foi expoente da filosofia árabe. Distinguiu-se em funções públicas, foi tradutor e comentador de Aristóteles, marcou profundamente a história do pensamento cristão, judaico e islâmico.

O Premier, realizador do Prêmio, é um hospital de retaguarda dirigido por um grupo de profissionais da área da saúde dedicado ao atendimento de pessoas idosas e pacientes em cuidados paliativos. Na última década, seu compromisso institucional tem sido dialogar com a sociedade através de ações que envolvem as artes, as ciências, a comunicação e a cultura a fim de que as práticas paliativistas sejam mais conhecidas do público leigo como um direito humano inalienável.

Já foram homenageados com o Prêmio Averroes o médico Marco Tullio de Assis Figueiredo, pioneiro na implantação dos cuidados paliativos no Brasil (2008); a educadora Ausonia Donato, diretora do Colégio Equipe e pesquisadora da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo (2009), Luiz Hildebrando Pereira da Silva, cientista, pesquisador e diretor do Instituto de Pesquisas em Patologias Tropicais de Rondônia (2010), a escritora e psicóloga social Ecléa Bosi (2011), o jornalista, professor e pesquisador Manuel Carlos Chaparro (2012), o médico bioeticista, pesquisador e professor José Eduardo de Siqueira (2013), Leonardo Boff, teólogo brasileiro e escritor (2014), Audálio Dantas, jornalista e escritor (2017), Laerte, cartunista (2018) e Diego Grácia, médico bioeticista (2019).

Saiba mais sobre o histórico do Prêmio Averroes